Compartilhe

Exchange: quais as melhores e mais confiáveis para utilizar?

20 de julho de 2022 10:11
exchange.jpg

Compartilhe:

Exchange de Criptomoedas: Entenda o que são e como escolher!

Um exchange de criptomoedas é uma plataforma digital que permite a negociação online de diferentes criptomoedas, além de possibilitar transações de compra e venda envolvendo ativos fiat ou tokens.

De instituições financeiras a investidores, cada vez mais pessoas estão interessadas em criptomoedas nos dias de hoje.

Para entrar em ação, você precisa de uma conta em uma exchange de criptomoedas onde possa comprar e vender moedas digitais, como Bitcoin, Ethereum e Cardano.

Para entender mais sobre isso, criamos esse guia completo sobre exchanges! 

Aqui falaremos como funcionam, quais são as principais corretoras de criptomedas e as vantagens e desvantagens desse tipo de plataforma. 

Confira os temas que iremos abordar:

  • O que é uma Exchange?
  • Como funcionam as Exchanges?
  • Diferença entre exchanges centralizadas e descentralizada
  • Melhores corretas de criptomoedas no mundo
  • Melhores exchanges de criptomoedas no Brasil
  • Como escolher uma boa exchange?
  • Como abrir uma conta em uma exchange?
  • Como comprar criptomoedas em uma exchange?
  • Exchanges valem a pena?
  • Vantagens e desvantagens
  • Qual foi a primeira exchange do mundo?
  • FAQ

    O que é uma Exchange?

    As exchanges são plataformas online nas quais você pode negociar um ativo digital, como Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) ou Binance Coin (BCOIN), com base no valor de mercado.

    Também conhecida como corretoras, uma exchange viabiliza a compra e venda de criptomoedas, permitindo que sejam trocadas por outras criptomoedas ou até mesmo por dinheiro fiat, como dólar americano ou real brasileiro.

    No Brasil, algumas das exchanges mais conhecidas incluem Binance, Coinext, Foxbit e Mercado Bitcoin, mas ainda existem centenas de plataformas operando com trocas de criptomoedas online, ao redor do mundo.

    Como o mercado de criptomoedas é ainda altamente volátil, todas as exchanges refletem os preços atuais das criptomoedas, acompanhando em tempo real o gráfico de valorização desses ativos.

    Vale destacar que todas as exchanges por serem classificadas como DeFi, cobram pequenas taxas para efetuar as operações, e é isso o que mantém seu funcionamento. 

    Como funciona as exchanges de criptomoedas?

    Uma exchange atua como um intermediário – uma corretora – entre um comprador e um vendedor de criptomoedas.

    Quando você configura uma conta com uma exchange de criptomoedas, ela permite que você compre e venda criptomoedas como bitcoin (BTC), ether (ETH), litecoin (LTC), polkadot (DOT), dogecoin (DOGE) e assim por diante.

    As corretores permitem que um comprador deposite dinheiro usando vários métodos, como transferência bancária direta, cartões de débito ou crédito, usando uma moeda fiduciária como o dólar americano ou trocar uma forma de criptomoeda por outra.

    Quanto maior e mais estabelecido for uma exchange no mercado, maior a probabilidade de oferecer uma variedade de criptomoedas e serviços. 

    Geralmente, as exchanges cobram uma comissão ou taxa definida por cada transação feita usando seus serviços.

    A natureza destes mercados permite mantê-los abertos 24 horas por dia e todos os dias da semana, ao contrário do que acontece com os mercados físicos.

    Diferença entre exchange centralizada e descentralizada

    De um modo geral, existem dois tipos principais de corretoras de criptomoedas – centralizada e descentralizada. 

    Veja mais detalhes de como eles funcionam:

    Exchange centralizada

    Usar uma corretora de criptomoedas centralizada significa que você está confiando a um intermediário para gerenciar seu dinheiro e seus ativos no mercado. 

    Dentre os pontos positivos e negativos estão:

    • São mais simples de usar
    • Oferecem aos investidores iniciantes mais facilidade na hora de investir
    • A gestão da carteira e transações são feitas por meio de aplicativos e sites
    • É uma alternativa menos arriscada, mas tem alguns inconvenientes
    • Cobram taxas que são definidas pela própria exchange
    • Definem mínimos para comprar e trocar criptomoedas
    • Definem mínimos para retirar criptomoedas.
    • Abrigam bilhões de bitcoins, tornando-os um alvo tentador para hackers e roubos

    Vale destacar que, através de exchanges centralizadas, o usuário tem o seu dinheiro armazenado na casa de câmbio, pode contar com serviços oferecidos e ainda conta com a confiança de recuperação de uma senha perdida, por exemplo.

    Exchange descentralizada

    Uma exchange descentralizada é um mercado ponto a ponto que conecta compradores e vendedores de criptomoedas.

    Na ausência de uma autoridade central, as exchanges descentralizadas usam contratos inteligentes que são executados automaticamente sob condições fixas e registram todas as transações no blockchain.

    Dentre os pontos positivos e negativos estão:

    • Têm o objetivo de diminuir o perigo de ataques cibernéticos e manipulação de mercado. 
    • As exchanges descentralizadas eliminam os intermediários, para que você não tenha que entregar seus bens a uma empresa terceirizada que possa ser invadida.
    • A complexidade e a ausência de pagamentos em moeda fiduciária são dois dos inconvenientes das exchanges descentralizadas. 
    • Como você será responsável por seus próprios ativos e contas, este tipo de câmbio precisa de um pouco mais de atenção de sua parte. 
    • Não permitem a negociação de moedas "fiat" para moedas digitais, tornando-as menos atrativas para investidores que ainda não têm criptomoedas.

    Além disso, ao contrário das exchanges centralizadas, as plataformas descentralizadas não são customizáveis, o que significa que um usuário está no controle de suas chaves privadas ao realizar transações em uma plataforma descentralizada.

    Melhores corretoras de criptomoedas no mundo

    Existem atualmente 600 corretoras de criptomoedas em todo o mundo e esse número segue sempre aumentando. 

    Um estudo da Forbes Digital Assets elaborou um ranking das 60 melhores e separamos algumas das principais e mais conhecidas, veja:

    CoinBase

    A Coinbase é talvez a exchange de criptomoedas mais conhecida do mundo e a melhor plataforma de negociação de Bitcoin de acordo com muitos clientes satisfeitos em todo o mundo. 

    Além disso, é possível negociar outras altcoins.

    Em atividade desde 2012, conseguiu acumular uma base internacional de dezenas de milhões de usuários e gerou mais de US$ 300 bilhões em volume total de negócios.

    Se você deseja comprar uma criptomoeda, vendê-la ou trocá-la, este é provavelmente o melhor lugar para começar.

    Kraken

    Fundada em 2011, a Kraken detém o título de exchange de criptomoedas mais confiável e uma conquista que resistiu ao teste do tempo. 

    Ainda famoso por sua segurança excepcional, o Kraken tem sido a bolsa de escolha para traders de criptomoedas experientes. 

    Os usuários adoram a Kraken por sua alta liquidez e processo excepcional geral quando se trata de lidar com pedidos. 

    A equipe de suporte está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana, e atualmente existem 58 criptomoedas para serem negociadas aqui. 

    Por quase uma década, a Kraken tem sido uma das maiores exchanges de criptomoedas e um ótimo lugar para negociar com lucro.

    Binance

    A Binance é uma das plataformas de troca de criptomoedas mais robustas do mercado e, apenas por seu tamanho, conquistou seu lugar entre as principais exchanges de criptomoedas. 

    Adequado para traders experientes e iniciantes, oferece uma grande variedade de serviços em seu ecossistema. 

    A plataforma possui seu próprio Binance Coin (BNB), que funciona na Binance Chain e é projetado para facilitar transações, fazer compras e pagar taxas de transação.

    Crypto.com

    Crypto.com é uma plataforma de troca de criptomoedas que suporta mais de 200 criptomoedas, incluindo Bitcoin, Bitcoin Cash, Litecoin, Dogecoin, Ripple, bem como muitas outras criptomoedas populares e mais obscuras. 

    A mais recente adição da plataforma é uma extensa coleção de NFTs

    Além dos produtos blockchain, o Crypto.com permite que você compre e venda mais de 20 moedas fiduciárias, como dólares americanos, euros e libra esterlina. E embora seja fácil de usar, esta é a troca de criptografia de taxa mais baixa. 

    No entanto, se você comprar Crypto.com Coin (CRO), poderá obter um desconto muito generoso.

    eToro

    O eToro é mais do que apenas uma das principais plataformas de troca de criptomoedas. 

    Como um dos maiores mercados de negociação do mundo para ETFs, ações, moedas fiduciárias, índices e commodities, é um balcão único para traders de todas as persuasões, sendo a criptomoeda simplesmente uma das opções mais populares ultimamente. 

    Com 42 criptomoedas, uma ótima plataforma e algumas vantagens exclusivas para seus traders, o eToro é uma ótima opção a ser considerada.

    Por isso, é importante fazer um estudo comparativo de vantagens e desvantagens de taxas, reputação, segurança etc, caso esteja considerando investir nesse mercado.

    Nos últimos anos, o Brasil tem sido inundado por corretoras de moedas criptográficas fraudulentas. Portanto, a precaução é mais do que essencial.

    Melhores exchanges de criptomoedas no Brasil

    Listamos abaixo, algumas das principais corretoras de criptomoedas no Brasil, confira a seguir.

    Mercado Bitcoin

    Mercado Bitcoin, fundado em 2013, é outro intercâmbio que tem considerável experiência no mercado e foi o primeiro negócio a conduzir transações Bitcoin na América Latina e fornecer ATMs Bitcoin no Brasil. 

    É uma corretora Bitcoin que realiza serviços de intermediação de compra e venda tanto de Bitcoins, quanto de outras criptomoedas por meio de uma plataforma online, além de depósitos e saques em reais.

    • Criptomoedas negociadas: Bitcoin, Ether (Ethereum), XRP (Ripple), Bitcoin Cash, Litecoin e outros criptoativos.
    • Métodos de depósito: Pix, DOC, TED.
    • Preço inicial: mínimo de R$50,00
    • Taxa de negociação: 0,30% em ordens executadas e 0,70% em ordens executoras.
    • Taxa de custódia: não cobra.

    FoxBit

    A Foxbit é uma das maiores e mais antigas exchanges de criptomoedas do mundo, operando no Brasil com negociação em bitcoin, ether, litecoin, TrueUSD e XRP. 

    Desde 2014, busca inspirar as pessoas a conquistarem a liberdade financeira para que possam realizar seus sonhos.

    • Criptomoedas negociadas: BTC, LTC, ETH, TUSD, LINK, AAVE, e XRP
    • Métodos de depósito: Dinheiro, TED, DOC, Pix e criptomoedas suportadas
    • Preço inicial: mínimo de R$10,00
    • Taxa de negociação: 0,25% com execução de ordens passivas e 0,50% com execução de ordens ativas.
    • Taxa de custódia: não cobra.

     

    Coinext

    A Coinext é uma exchange brasileira que atua como uma plataforma para negociação de criptomoedas conectando compradores e vendedores. 

    A plataforma possui operação desde 2018, a Coinext se destaca pelo seu rápido crescimento dentre as exchanges brasileiras.

    • Criptomoedas negociadas: BTC, ETH,, BCH, USDT, LINK, DOGE, ADA, EOS, XLM, LTC e XRP
    • Métodos de depósito: TED, DOC, Pix e criptomoedas
    • Taxa de negociação: 0,25% com execução de ordens passivas e 0,50% com execução de ordens ativas.
    • Taxa de custódia: não cobra.

    BitcoinTrade

    A BitcoinTrade é uma corretora de criptomoedas, também conhecida como Exchange, que oferece serviços de compra e venda de ativos digitais, como o Bitcoin. 

    A plataforma é totalmente brasileira, lançada em 2017 com sede no Rio de Janeiro. 

    Em comparação com outros nomes do mercado nacional e internacional, a corretora é relativamente nova, com apenas 4 anos de atuação, mas já acumula mais de 180 mil clientes cadastrados e mais de R$1 bilhão de transações com moedas virtuais.

    • Criptomoedas negociadas: BTC, ETH, XRP, LTC, BCH, DAI, EOS
    • Métodos de depósito: TED, DOC e criptomoedas suportadas
    • Taxa de negociação: 0,25% em ordens executadas e 0,50% em ordens executoras.
    • Taxa de custódia: não cobra.

    Como escolher uma boa exchange?

    É muito importante pesquisar e conhecer bem a exchange que irá utilizar.

    Os fatores fundamentais para a escolha de uma boa exchange são:

    • Métodos de pagamento: para muitos investidores é interessante usar uma plataforma de câmbio que oferece uma escolha mais ampla de métodos de pagamento. De PayPal a cartões de crédito, até transferências bancárias.
    • Comissões: aposte sempre numa exchange de criptomoedas que lhe permita comprar ou negociar criptomoedas através de comissões muito baixas; tenha cuidado com aqueles que prometem lucros mais altos, mas têm altos custos de comissão.
    • Reputação: sempre confie no estrelato e na reputação de uma plataforma do Exchange por meio de classificações e avaliações. Dessa forma, você terá mais certeza de encontrar aquele que opera de acordo com critérios de segurança mais elevados.
    • Segurança: As melhores exchanges de criptomoedas oferecem o máximo em segurança. Isto traduz-se num procedimento cuidadoso de verificação da identidade do utilizador e gestão dos dados pessoais dos investidores de forma exclusivamente offline. Se uma plataforma do Exchange não exigir que você tenha um documento de identificação para abrir uma conta, pode ter certeza de que não é confiável.

    Como abrir conta em uma exchange?

    Cada exchange de criptomoedas tem seu próprio processo de abertura de conta, que acontecem através do site ou App da exchange.

    Para abrir uma conta em uma corretora de criptomoedas, os documentos que você precisará fornecer são:

    • Nome
    • Data de nascimento
    • Endereço de correspondência
    • Número da segurança social
    • Você também terá que verificar sua identidade enviando uma foto ou digitalização de um documento de identidade emitido pelo governo.

    Inclusive, em algumas exchanges você pode criar uma conta e comprar e vender pequenas quantidades de criptomoedas sem verificar sua identidade ou enviar muitas informações confidenciais. 

    Mas, à medida que o setor evoluiu, os governos globais introduziram certas regulamentações do tipo “ conheça seu cliente” para evitar lavagem de dinheiro e fraudes. 

     

    Como comprar criptomoedas em uma exchange?

    Para comprar criptomoeda, você precisará:

    • Criar uma conta em uma exchange de criptomoedas. 
    • Obter uma carteira criptográfica para manter sua criptomoeda ou a própria exchange pode fornecer uma
    • Transferir saldo (dólares ou reais) por meio de uma transferência bancária, para começar a comprar e negociar compritomoedas
    • Escolher a criptomoeda que deseja comprar e realizar a transação!

    Cuidados importante com sua conta exchange

    Você pode até comprar criptomoedas com cartão de crédito ou débito, embora isso possa acarretar taxas adicionais, algumas das quais podem ser bastante altas, possivelmente até 5% de sua transação. 

    Algumas exchanges de criptomoedas permitem que você use outras criptomoedas ou suas próprias stablecoins para financiar transações.

    Tenha cuidado ao escolher uma exchange. Algumas plataformas fornecem carteiras que não permitem que você transfira suas moedas para fora da plataforma. 

    Isso pode criar riscos de segurança se a exchange for hackeada ou problemas fiscais se você quiser retirar sua criptomoeda da plataforma. 

    Exchanges valem a pena?

    Sim, podem valer a pena, mas também depende de seus objetivos e necessidades de investimento. 

    Se você é iniciante no mercado de investimentos em criptomoedas e precisa de suporte e mais facilidade para realizar transações, sim, as exchanges de criptomoedas podem ser uma boa opção. 

    O importante é analisar questões como segurança, taxa e serviços que estarão disponíveis.

    Você pode investir em criptomoedas em mais de um lugar. Por exemplo, PayPal e SoFi não são empresas estritamente focadas em criptomoedas, mas ambas oferecem ativos digitais. 

    E se você estiver interessado em opções de baixo custo, também existem corretoras que permitem negociações sem taxas.

     O problema de seguir esse caminho é que você não terá tantos recursos específicos de criptografia quanto teria com corretoras estabelecidas no mercado. 

    Você essencialmente sacrificaria uma gama mais ampla de investimentos e recursos de conta por taxas mais baixas e opções limitadas de criptomoedas. 

    Se você estiver procurando por uma gama mais ampla de ferramentas de negociação e recursos de conta específicos para criptomoedas, uma exchange de criptomoedas centralizada pode ser sim vale a pena. 

    Vantagens de uma exchange de criptomoedas centralizada

    Conveniência

    As exchanges centralizadas oferecem aos investidores iniciantes uma maneira familiar e amigável de negociar e investir em criptomoedas. Ao contrário de usar carteiras criptográficas e transações ponto a ponto, que podem ser complexas, os usuários de exchanges centralizadas podem fazer login em suas contas, visualizar seus saldos de contas e fazer transações por meio de aplicativos e sites.

    Confiabilidade

    As trocas centralizadas oferecem uma camada extra de segurança e confiabilidade quando se trata de transações e negociações. 

    Ao facilitar a transação por meio de uma plataforma desenvolvida e centralizada, as exchanges centralizadas oferecem maiores níveis de conforto.

    Desvantagens de uma exchange de criptomoedas centralizada

    Possibilidade de Hackear

    Os prestadores de serviços que possuem sistemas consolidados são novamente responsáveis ​​pelos valores mobiliários dos clientes. 

    Grandes negócios normalmente abrigam bilhões de bitcoins, tornando-os um alvo tentador para hackers e roubos. 

    Um exemplo é a Mt. Come, que era a empresa de negociação de criptomoedas mais proeminente do mundo até relatar o roubo de 850.000 criptomoedas.

    Encargos de Transação

    As mesmas pessoas que gerenciam a bolsa definem os impostos que devem ser pagos na plataforma para poder realizar transações. 

    Uma parte dessas taxas é usada para pagar a comissão pelas transações na rede e outra parte para pagar a manutenção da plataforma; o resto é lucro.

    Além disso, as exchanges geralmente definem mínimos para comprar ou trocar criptomoedas , bem como mínimos para retirar criptomoedas.

    Qual foi a primeira exchange do mundo?

    Desde o surgimento do Bitcoin em janeiro de 2009, as criptomoedas revolucionaram rapidamente o mundo. 

    Em outubro de 2009, Martti Malmi realizou a primeira troca de bitcoin com fiat. 

    Esse acontecimento levou à criação da primeira exchange Bitcoin, o conhecido padrão New Liberty.

    Em março de 2010, pouco mais de um ano após seu surgimento, desenvolveu-se o Bitcoin Market. 

    Isso abriu caminho para o surgimento de outros projetos, mas essa exchange rapidamente se tornou a maior exchange de criptomoedas do mundo, porém, em meados de 2011 foi hackeada e 2.000 bitcoins foram roubados.

    Apesar desses problemas, as exchanges de criptomoedas cresceram em número e evoluíram em qualidade, segurança e serviços. 

    Todas as exchanges que existem hoje nasceram com algo muito claro: fornecer opções de qualidade para traders de criptomoedas em todo o mundo.

    FAQ - Perguntas comuns

    Quanto dinheiro para comprar uma criptomoeda?

    As exchanges têm requisitos diferentes, dependendo do tipo de criptomoeda que você deseja comprar. 

    Você pode comprar ações fracionárias de moedas por centavos ou por alguns dólares ou por reais. Certifique-se de verificar os requisitos da exchange escolhida para a criptomoeda que deseja comprar.

    Como as exchanges obtêm lucro?

    As exchanges geralmente obtêm lucros cobrando taxas de transação para permitir a troca de uma moeda por outra. 

    Essas taxas variam um pouco entre as diferentes exchanges, e também existem algumas diferenças entre as diferentes moedas.

    Por que os preços da mesma criptomoeda são diferentes em cada exchange?

    As criptomoedas são descentralizadas, portanto, não há uma autoridade central para gerenciar o preço das criptomoedas.

    Devido a diferentes usuários, diferentes exchanges terão preços de transação ligeiramente diferentes, o que levou ao surgimento de uma indústria emergente onde os comerciantes usarão diferenças sutis de preço para ganhar a diferença.

122268308_1001105267030152_928890732363036411_n.jpg

Tatyana Oliveira

Admiradora do mundo de tecnologia, metaverso e criptomoedas. Empreendedora digital, atualmente atua como gerente de conteúdo no Disruptive Verse e em outros projetos.

Criptomoedas em destaque

    Posts recentes

    Suporte Binance: telefone, central de atendimento e SAC

    Suporte Binance: telefone, central de atendimento e SAC

    11 de outubro de 2022 19:57

    Outras postagens

    Logo DisruptiveVerse
    Blog
    ExchangeBlockchainNFTMetaversoRealidade virtualRealidade aumentada
    Sobre

    DisruptiveVerse.com é um site de conteúdos e notícias de criptomoedas e metaverso voltado para tudo que é disruptivo e inovador. Somos independentes de instituições financeiras ou qualquer outra empresa e ganhamos dinheiro quando você clica em um link ou algum anúncio postado nesse site. Não recomendamos ou indicamos a compra de nenhum produto, serviço, ativo financeiro, criptomoedas ou qualquer outra coisa. Não nos responsabilizamos por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

    © 2022 Disruptive Verse. Todos os direitos reservados.