Criptomoedas

Logo Ethereum (ETH)

Ethereum (ETH) Hoje: Preço, Gráfico ETH, Comprar ETH, Dólar

Cotação Ethereum (em dólar)
US$ 1.915,26
Cotação Ethereum (em real)
R$ 9.855,15
Capitalização Ethereum
R$ 1.198.689.297.997,93
Ethereum em circulação
121630710.3872825
Valorização Ethereum (24 horas)
+3.58%

Gráfico de preços de Ethereum (ETH) em dólar

Loading...

Valorização do Ethereum (ETH)

Valor mais alto Ethereum (em dólar)
US$ 4.896,88
Data do maior preço histórico
10/11/2021


Mercado de Ethereum (ETH) nas principais exchanges


FonteParPreçoVolume (24h)Market Share
1USDT/ETH
Binance
ETH/USDTR$ 9.863,69R$ 5.779.555.303,01+8.09%
2USD/ETH
Coinbase Pro
ETH/USDR$ 9.842,30R$ 3.582.248.509,06+5.01%
3BUSD/ETH
Binance
ETH/BUSDR$ 9.864,86R$ 2.847.896.540,29+3.99%
4USD/ETH
FTX
ETH/USDR$ 9.857,95R$ 2.701.673.480,32+3.78%
5USD/ETH
Currency.com
ETH/USDR$ 9.855,89R$ 1.900.621.431,33+2.66%
6USDT/ETH
Changelly PRO
ETH/USDTR$ 9.850,07R$ 1.801.397.299,39+2.52%
7USDT/ETH
AAX
ETH/USDTR$ 9.866,22R$ 1.710.010.760,78+2.39%
8USDT/ETH
DigiFinex
ETH/USDTR$ 9.851,88R$ 1.614.902.683,91+2.26%
9USDT/ETH
Gate.io
ETH/USDTR$ 9.845,71R$ 1.359.732.448,85+1.9%
10USDT/ETH
OKX
ETH/USDTR$ 9.863,43R$ 1.291.241.405,37+1.81%

Dúvidas frequentes

Descrição Ethereum (ETH)

Ethereum (ETH) é um blocante descentralizado público global, projetado para executar contratos inteligentes peer-to-peer. Permite que os desenvolvedores possam implantar todos os tipos de aplicações descentralizadas (Dapps), sem a interferência de terceiros.

Ethereum também é usado para o seu próprio éter de criptocorrência. Ethereum é agora o segunda plataforma de criptoforrância mais valorizada do mundo.

O objetivo de Ethereum Ethereum é criado como uma plataforma de blockchain em que outros aplicativos poderiam ser construído em cima. A maioria dos serviços on-line, empresas e empresas são construído sobre um sistema centralizado de governança. Ethereum visa descentralizar o Modelo de servidor cliente existente; servidores e nuvens são substituídos por nós, executados por voluntários de todo o mundo. A visão de Ethereum é que permitiria essa mesma funcionalidade para as pessoas em qualquer lugar ao redor do mundo, permitindo-lhes competir para oferecer serviços no topo dessa infraestrutura.

Quem construiu ethereum.

Ethereum foi inicialmente descrito em um Livro Branco por Buterina Vitalik. Em 2014, Buterina e os outros co-fundadores lançaram uma campanha onde eles vendiam éter (Tokens de Ethereum) para arrecadar dinheiro para construir sua visão. Desde o lançamento do Livro Branco Em 2015, a plataforma cresceu rapidamente, e hoje em dia existem centenas de desenvolvedores envolvidos..

O Ethereum hoje é a plataforma blockchain de código aberto que possui a segunda maior capitalização do mercado de criptomoedas, com sua própria moeda nativa, o Ether.


Com a proposta de descentralizar a internet como conhecemos atualmente, o Ethereum vem se destacando no mundo de investimento.

Mas o que é Ethereum? Para que serve? Quem está por trás da rede Ethereum? Qual o seu futuro? E o mais importante, onde você pode comprar o Ether?

Nesse guia, reunimos tudo o que você precisa saber. Veja os tópicos que iremos abordar:

  • O que é?
  • Como funciona?
  • Quantos Ethereum (Ethers) existem em circulação?
  • O que torna o Ethereum (Ether) uma criptomoeda diferenciada?
  • Quanto custa o Ether hoje?
  • Ethereum vale a pena?
  • Como lucrar?
  • Como minerar?
  • Como e onde comprar Ether?
  • Quem são os fundadores?
  • FAQ - Dúvidas comuns

    O que é Ethereum (ETH)?

    O Ethereum é uma plataforma descentralizada e de código aberto baseada na tecnologia blockchain.

    Em contraste com o Bitcoin, a rede Ethereum não só permite transações de ativos, mas também uma variedade de outras aplicações baseadas nos chamados “contratos inteligentes”.

    Alguns veem o Ethereum como uma espécie de internet do futuro, pois sua plataforma de software permite construir aplicativos descentralizados usando contratos inteligentes com base em criptografia.

    A própria rede Ethereum oferece materiais de incentivo para apoiar os desenvolvedores que querem aprender a criar aplicativos usando sua tecnologia blockchain.

    Basicamente, os desenvolvedores podem contar com frameworks e ferramentas já existentes e serem guiados por uma série de conteúdos para apoiar a construção desses aplicativos.

    Atualmente, já existem mais de 100 aplicativos descentralizados no Ethereum, alguns dos quais são relacionados a venda de ativos NFT, itens colecionáveis como artes digitais, além de plataformas de músicas, soluções de finanças, investimento, entre outros.

    Todos esses apps possuem em sua essência as mesmas características da rede Ethereum, como descentralização, respaldo por criptografia, pagamentos integrados, login anônimo e sem riscos de interrupções.

    Qual é o projeto da Ethereum (ETH)?

    Para entender o Ethereum, você deve começar examinando como a internet funciona hoje e o conceito de centralização.

    Hoje, quando compartilhamos nossas informações pela internet, elas são armazenadas em servidores de multinacionais ou governos, que registram quase todas as nossas informações pessoais como nome, telefone, e-mail, número de cartão de crédito, entre outras coisas.

    A maioria desses servidores pertence e é operada por grandes empresas de tecnologia, conhecidas como gigantes da Web ou GAFAM (Google, Amazon, Facebook, Microsoft).

    Ethereum possui uma proposta revolucionária porque permite que os sistemas de computador online funcionem sem a necessidade de um terceiro confiável.

    Na verdade, em vez de usar o servidor de uma grande empresa como o Google, por exemplo, o Ethereum permite que os aplicativos sejam executados em uma rede de muitos computadores privados (criando um sistema descentralizado).

    Como esses aplicativos não utilizam um servidor central, falamos de aplicativos descentralizados (ou dApps), ou seja, nenhuma autoridade central é necessária para fazê-los funcionar.

    O que é Ether (ETH)?

    Ether é a moeda da plataforma Ethereum, e por meio da qual é possível fazer pagamentos a pessoas por bens ou serviços.

    Com uma capitalização de mercado de US$ 369,6 bilhões, o Ether é atualmente a segunda maior criptomoeda atrás do Bitcoin.

    Só em 2021, a valorização do Ether (ethereum) chegou a 421,50%, alcançando um valor de mercado estimado em mais de US$ 540 bilhões.

    O Ether, assim como o Bitcoin, não é controlado por nenhuma autoridade financeira, então seu valor ou preço não está relacionado a ações, imóveis ou moedas.

    O valor do Ether é determinado no mercado aberto de acordo com as transações de compra e venda existentes naquele momento, por isso seu preço está em constante mudanças.

    Embora o número de bitcoins seja limitado a 21 milhões, o Ether não é limitado. Porém sua criação está limitada a 18 milhões por ano como forma de conter a criação desenfreada da moeda, ou seja, não é possível minerar mais de 18 milhões de moedas no ano.

    Como o Ether é usado?

    O Ether é basicamente o token que sustenta as operações na rede e por isso tem tanto valor para seus usuários.

    O token é usado para pagamento de pequenas taxas cobradas para relização de algumas ações, devido ao esforço computacional que exigem.

    Basicamente, se um usuário quiser fazer uma transação enviando token, rodar um contrato inteligente ou rodar alguma outra ação que exija um grande esforço computacional no protocolo, isso exigirá pagamento de um taxa em Ether.

    Como funciona o Ethereum (ETH)?

    O Ethereum funciona como uma rede global de computadores que se conectam como um único supercomputador para rastrear, validar e registrar transações.

    Todas o processamento de transações e criação de novos blocos de validação acontece através de um mecanismo de consenso conhecido como proof of work (prova de trabalho), onde computadores competem entre si para resolver cálculos complexos e registrar a transação na rede.

    Assim como o Bitcoin, o Ethereum verifica as transações em sua rede usando a tecnologia blockchain. O blockchain é um livro-razão público impossível de editar, o que impede os usuários de “gastos duplos” na rede Ethereum.

    Para recompensar os operadores que facilitam as transações na rede Ethereum, operadores de nós e mineradores podem ganhar o token Ethereum, Ether.

    O computador ou minerador que acertar o cálculo primeiro, recebe 2 Ethers como recompensa.

    Pra que serve a rede Ethereum (ETH)?

    O Ethereum usa a mesma tecnologia básica por trás do Bitcoin para expandir bastante as capacidades do usuário, permitindo que os usuários da rede criem aplicativos na blockchain Ethereum e executem contratos inteligentes.

    Veja mais detalhes sobre cada uma dessas tecnologias:


    Aplicativos Descentralizados

    Os aplicativos descentralizados são basicamente apps que não são controlados por uma única pessoa ou organização.

    De maneira geral, os aplicativos são programas que atendem a um propósito específico – de serviços bancários a envio de mensagens, existem milhares de aplicativos, com milhares de utilidades.

    A grande maioria dos aplicativos na internet atualmente são aplicativos “centralizados”. Os aplicativos centralizados são controlados por uma única parte, o que significa que eles fornecem um único ponto de falha.

    Isso torna os aplicativos centralizados muito suscetíveis a hacks, vazamentos de dados e uso indevido de dados de clientes e usuários.

    Em vez de uma única autoridade responsável por manter todos os dados do cliente e canalizar transações e conexões por si mesma, a rede Ethereum é composta por milhares de computadores de voluntários em todo o mundo.

    Sem um ponto de entrada único, os aplicativos descentralizados são significativamente mais difíceis de hackear ou abusar.

    As informações pessoais dos usuários também ficam diretamente em seus computadores, o que torna as transações realizadas por meio de um aplicativo descentralizado mais seguras.

    Contratos Inteligentes

    Para construir aplicativos descentralizados na rede Ethereum, os desenvolvedores precisam de contratos inteligentes.

    Os contratos inteligentes são simplesmente, o que tornam possível eliminar intermediários ou um terceiro de confiança em aplicações descentralizadas, pois exigem que condições predeterminadas sejam atendidas para se fazer valer.

    Pense nos aplicativos onde desenvolvedores ou artistas vendem seus jogos, músicas e serviços, sem um terceiro de confiança no processo. Quem irá garantir que o serviço realmente será fornecido? Quem irá garantir que o serviço realmente será pago? Sim: Os contratos inteligentes.

    Os contratos inteligentes funcionam através de uma rede de computadores que executam as ações, se e somente, quando condições predeterminadas em contrato são atendidas e verificadas.

    Essas ações podem incluir liberar fundos para as partes apropriadas, registrar um veículo, enviar notificações ou emitir um bilhete. O blockchain é então atualizado quando a transação é concluída. Isso significa que a transação não pode ser alterada e apenas as partes que receberam permissão podem ver os resultados.

    Como tal, o contrato inteligente oferece um sistema de confiança em que seus usuários não precisam se preocupar com os riscos da contraparte. Também elimina a necessidade de intermediários e taxas extra para poderem conduzir transações peer to peer (ponto a ponto).

    Quantos Ethers existem em circulação?

    Atualmente, existem cerca de 118 milhões de Ethers em circulação e esse número está em constante crescimento. Na rede Ethereum, a cada 12 segundos são criadas aproximadamente 5 unidades da moeda Ether.

    Ao contrário do Bitcoin, com um limite de suprimento de 21 milhões, não existe um fornecimento máximo de Ether. Porém, para conter uma emissão desenfreada da criptomoeda, os criadores inseriram uma regra limite de 18 milhões de Ether por ano.

    O que torna a Ether (ETH) uma criptomoeda diferenciada?

    Aqui estão as principais características da Ethereum que segundo especialistas, a tornam interessante:

    Construção e implantação de aplicativos descentralizados

    Com a Ethereum, a descentralização de serviços é uma realidade. A plataforma oferece aos investidores a liberdade de criar aplicativos descentralizados. Assim, os serviços intermediários estão desaparecendo para a grande felicidade do usuário final. Em qualquer caso, os dApps contêm um código que gerencia as transações no blockchain Ethereum.

    Criação de Organizações Autônomas Descentralizadas

    Um dos objetivos do Ethereum é construir DAOs. São organizações autônomas com vários líderes. Eles vêm com um código de programação que elimina a necessidade de pessoal no blockchain. Este código substitui a necessidade de controle centralizado e as regras para estruturar ou organizar um blockchain clássico.

    Participar de uma ICO (oferta inicial de moeda)

    Ao se referir ao padrão ERC 20 da plataforma Ethereum, outros programadores têm a possibilidade de emitir outra versão deste token. Muito mais, eles podem levantar fundos por meio de ICOs (oferta inicial de moedas). A plataforma dá a impressão de que os emissores do token são os proprietários dos raros ativos digitais.

    Automaticidade da execução inteligente do contrato

    Verdade seja dita, a plataforma Ethereum é fácil de usar e garante um processamento rápido das transações. Você só precisa de alguns cliques para comprar ou vender Ether. Nenhuma intervenção humana é necessária, pois os contratos inteligentes são executados automaticamente.

    Segurança de trocas

    Graças ao contrato inteligente, o vendedor da Ether tem a certeza de obter seu saque na data indicada. Cada usuário deve então consultar o código do contrato inteligente para que seja segurado. A plataforma Ethereum oferece uma gama variada e rica de possibilidades por meio de contratos inteligentes.

    Quanto custa o Ether (ETH) hoje?

    • O preço do Ether (ethereum) para real atualmente é de RS$ 3.089,20.
    • O preço do Ether (ethereum) para dólar está em R$ 17.410,11.

      Como toda criptomoeda, a cotação do Ether tanto para real, quanto para dólar muda diariamente à medida que o mercado se move e sua demanda é impactada.

      Conhecer o preço atual do Ethereum e acompanhar como os preços estão mudando ao longo do tempo pode ajudá-lo a decidir qual é o melhor momento para comprar.

      Ethereum (ETH) vale a pena?

      Para saber a expectativa de mercado Ethereum para 2022 e se vai valorizar nos próximos meses ou anos, é importante analisarmos o quanto essa criptomoeda cresceu no último ano.

      • Quem investiu R$ 100 no final de 2019, terminou 2021 com R$ 107,32.
      • Quem investiu R$ 500 no final de 2019, terminou 2021 com R$ 536,60.
      • Nesse mesmo período, quem investiu R$ 1000, terminou 2021 com R$ 1073,21.
      • Quem investiu R$ 100.000 nesse período, terminou 2021 com R$ 107321,80.

        Alguns fatores que podem contribuir para sua análise de risco x oportunidades de investir no Ether estão abaixo:

        1. A valorização do Ether em 2021 com 450% de crescimento em volume de capitalização, foi bem mais alta do que a de Bitcoin (principal moeda negociada no mercado de criptomoedas) com 61%, por exemplo
        2. Para muitos investidores, é importante se expor a mais de uma moeda, diversificando sua carteira. (recomenda-se porém, considerar que o seu investimento deve ser proporcional aquilo que você está disposto a perder, pois o mercado é volátil e também apresenta riscos)
        3. O Ethereum não é apenas uma criptomoeda, mas uma rede de blockchain que vem liderando muitos projetos tecnológicos como dApps e contratos inteligentes.
        4. Para muitos usuários, a lentidão de transações e taxas exorbitantes de gás necessárias para transações e contratos da Ethereum, são alguns dos principais pontos negativos da rede.
        5. A atualiação do Ethereum 2.0 programada para 2022, promete melhorias técnicas, mais agilidade nas transações e custos mais baixos.

        Procure avaliar se todos esses fatores e riscos apresentados fazem sentido e se quiser ter uma opinião mais concreta, você pode buscar opinião de investidores influentes que produzem conteúdos educativos sobre finanças.

        Alguns dos mais conhecidos no Brasil, são Thiago Nigro, Bruno Perini, Nathalia Arcuri, dentro outros.

        Como lucrar com Ethereum (ETH)?

        As principais formas de lucrar com Ethereum incluem, usá-la como reserva de valor, minerar Ether ou negociar a moeda em estratégias de day trendings.

        Os investimentos de longo prazo, é hoje um dos principais interesses da massa, que investe em criptomoedas, justamente por ser um mercado ainda volátil e especulativo.

        O investimento de longo prazo é semelhante à negociação - você observará o mercado e converterá sua moeda em Ether quando acreditar que o token da criptomoeda está desvalorizado.

        Você então manterá a criptomoeda Ethereum na sua carteira até que o token aumente de valor, e então, quando quiser poderá converter o token de volta para sua moeda fiduciária de escolha.

        Para alguns especialistas, se você decidir adotar uma abordagem de longo prazo para investir na rede Ethereum, é uma boa ideia armazenar seus tokens em uma carteira off-broker.

        Uma carteira de criptomoeda fornece uma camada aprimorada de segurança para seus tokens, pois essas carteiras são significativamente mais difíceis de hackear quando comparadas a uma conta de corretagem.

        Como minerar Ethereum (ETH)?

        Para minerar o Ethereum, computadores espalhados pelo mundo competem para resolver quebra-cabeças criptográficos ao custo de poder de processamento e, portanto, de energia.

        Qualquer minerador que resolva com sucesso o quebra-cabeça primeiro está sendo recompensado com éter (ETH). Essas recompensas pagam aos mineradores por proteger a rede, verificar transações e adicionar blocos ao blockchain.

        A recompensa de mineração atual é de 2 Ethers por bloco, mais todas as taxas de transação e gás contidas no bloco. Um novo bloco é adicionado ao blockchain em média a cada 15 segundos.

        Ao minerar Ether, existem três abordagens diferentes que os mineradores podem seguir. No parágrafo a seguir, vamos dar uma olhada rápida em cada um.

        Mineração em pool:

        É a maneira mais comum de minerar Ether, para aqueles que não possuem grande poder computacional.

        Por meio desse tipo de mineração, você colabora com outros indivíduos, para resolver blocos em menos tempo e as recompensas são divididas com base em uma medida conhecida como hashpower, que avalia a contribuição de esforço de computador de cada membro.

        Mineração solo:

        A mineração por conta própria parece ser uma alternativa atraente à mineração em pool, já que nenhuma taxa de pool deve ser paga e as recompensas não precisam ser compartilhadas.

        Mas para ter uma chance realista de resolver um dos quebra-cabeças criptográficos em um período de tempo razoável, um minerador precisa de muita estrutura computacional e espacial. Portanto, a mineração solo é principalmente para mineradores profissionais que administram fazendas de mineração.

        Mineração em nuvem:

        Este é o processo de pagar alguém para minerar por você.

        Em vez de possuir e executar seu próprio hardware de mineração, você aluga o poder de computação de outra pessoa e deixa que ela faça o trabalho para você.

        Em troca do aluguel, você recebe as recompensas da mineração. Mas esteja ciente: a mineração em nuvem requer confiança na contraparte, especialmente quando feita por meio de um serviço online.

        Não há garantia de que o dinheiro pago antecipadamente seja realmente usado para operar equipamentos de mineração ou de que existam tais equipamentos.

        Portanto, é recomendável fazer mineração em nuvem por meio de plataformas de mineração em nuvem confiáveis ​​e estabelecidas há muito tempo, como hash flare.

        Como comprar Ethereum (ETH)?

        A maneira mais fácil de comprar Ethereum é fazer um pedido por meio de uma exchange (também conhecida como corretora ou bolsa de criptomoedas) como por exemplo Binance, Coinbase, Gemini, entre outras.

        Essas empresas operam plataformas que funcionam com trocas de criptomoedas, permitindo que você faça pedidos de compra e venda de criptomoedas, muito semelhante ao mercado de ações - você criará uma conta, fornecerá algumas informações pessoais para verificar sua identidade e adicionar fundos.

        A partir daqui, você poderá colocar ordens de compra e venda por meio de sua bolsa, que executará as ordens em seu nome.

        Geralmente, a maneira mais barata de comprar criptomoedas em uma bolsa é transferir fundos de sua conta bancária ou usar um cartão de débito. Algumas trocas aceitam cartões de crédito, mas você pode ter que pagar taxas adicionais ao emissor do cartão e à troca.

        Quem são os fundadores do Ethereum (ETH)?

        O desenvolvedor e fundador do Ethereum é um canadense de origem russa chamado Vitalik Butterin.

        Ao contrário dos bitcoins, o criador do Ethereum tem seu próprio nome e não o esconde. Vitalik Buterin começou a desenvolver Ethereum no final de 2014 e para financiar o desenvolvimento do projeto, buscou financiamento do governo, arrecadando pouco mais de US$ 18 milhões.

        Antes de focar no projeto Ethereum, Vitalik escreveu em vários blogs sobre bitcoins, foi então que começou a desenvolver opções que podem ser oferecidas a ele pela tecnologia que utiliza bitcoin, e que até então haviam sido desperdiçadas.

        Em 2022, Vitalik Buterin é o rosto da Ethereum. Aos 27, sua fortuna pessoal é estimada em mais de US $ 1 bilhão, tornando-o um dos primeiros bilionários no mundo da criptomoeda. No entanto, ele não é a única pessoa por trás do projeto Ethereum.

        FAQ - Dúvidas comuns

        Principais dúvidas sobre Ethereum e Ether.

        Ethereum (ETH) é uma criptomoeda?

        O Ethereum em si não é essencialmente uma criptomoeda - a palavra Ethereum se refere à plataforma digital. Os tokens reais (que são usados ​​para pagamento na rede) são chamados de éteres.

        Em outras palavras, o Ether é o "combustível criptográfico" (ou criptomoeda) para a rede Ethereum.

        Quando se trata de comércio, os preços são em termos de éteres. No entanto, a criptomoeda é comumente conhecida como Ethereum.

        O que é Ethereum (ETH) 2.0?

        Ethereum 2.0 é uma atualização que visa resolver os principais problemas com o protocolo. Na verdade, Ethereum sofre de dois problemas principais: a relativa lentidão na validação das transações e as taxas exorbitantes exigidas na rede.

        Para resolvê-los, a comunidade decidiu mudar o algoritmo de consenso para ir de um mecanismo chamado Prova de Trabalho (PoW ou prova de trabalho em francês) para um mecanismo de Prova de Participação (PoS ou prova de aposta em francês).

        Mas quais são as diferenças entre prova de trabalho e prova de aposta? E o que essa mudança implica para a rede Ethereum?

        O que é Gás no Ethereum?

        Na blockchain Ethereum, gás refere-se ao custo necessário para realizar uma transação na rede, seja ela uma transação ou a validação, por parte dos mineradores.

        Esse custo é cobrado em ether (ETH) – a criptomoeda nativa do Ethereum, que é exigida para compensar os mineradores de Ethereum pela energia necessária para verificar uma transação e para fornecer uma camada de segurança à rede Ethereum, tornando muito caro para usuários mal-intencionados enviar spam à rede.

        Embora sejam um meio eficaz de incentivar os mineradores a continuar verificando transações e manter a segurança da rede, as taxas de gás são, no entanto, um dos principais pontos fracos da rede, de acordo com os usuários.

        As pessoas odeiam as taxas de gás, porque historicamente tem um aumento contínuo e tendem a ser absurdamente caras quando a rede está congestionada.

        Quais fatores afetam o preço do Ethereum (ETH)?

        O preço do Ethereum é influenciado por fatores diferentes das moedas tradicionais. Está menos exposto a influências econômicas e políticas, mas é influenciado pelos seguintes fatores:

        • Disponibilidade - Ao contrário do Bitcoin, não há restrição de oferta. No entanto, as unidades ainda estão sendo adicionadas por éter e perdidas ao longo do tempo, reduzindo sua disponibilidade varia
        • Regulamentação - O Ethereum atualmente não é regulamentado por governos e bancos centrais. Se esta posição muda nos próximos anos, isso poderia afetar o valor de Ethereum ter.
        • Mídia - a imprensa negativos, em especial sobre segurança e durabilidade, pode ter um impacto sobre o preço.
        • O progresso tecnológico - O futuro da tecnologia blockchain é desconhecido. Mas sua integração em áreas como sistemas de pagamento e plataformas de crowdfunding pode fortalecer seu papel.

        Existe um limite de criação de Ether (ETH)?

        Não há limite para a quantidade total de unidades Ether que podem ser liberadas, mas há um limite anual de 18 milhões. Isso garante que nunca haverá mais do que um influxo constante de Ether no mercado, mesmo com o aumento do poder de computação.

        Ether (ETH) é a melhor criptomoeda para investir em 2022?

        Ethereum agora está classificado em segundo lugar entre as criptomoedas mais promissoras.

        Para alguns especialistas, a previsão para o Ethereum com a versão 2.0 é de que a rede possa atrair mais investidores e consequentemente sua moeda nativa, Ether, atinja novos marcos de valorização.

        Qual é o valor do Ethereum (ETH)?

        Não é possível fornecer o valor exato de um Éter, pois o preço dessa moeda varia ao longo do tempo. Atualmente, o preço do Ether é de RS$ 3.089,20 ou R$ 17.410,11 e sua valorização está relacionada a fatores internos e externos que aumentam a demanda pela moeda.

        Qual é a melhor época para comprar Ethereum (ETH)?

        Saber exatamente o momento certo para investir na Ethereum é um milagre. É altamente recomendável acompanhar a evolução do mercado financeiro. Cabe a cada investidor estimar o momento certo para realizar as compras.

        Como vender Ethereum (ETH)?

        Ether é uma das moedas virtuais que são negociadas em grandes quantidades. Portanto, será fácil vendê-lo acessando um site de compra de criptomoedas. Além disso, o vendedor pode fazer um pedido de venda em uma plataforma com muitos usuários Ether.

        Qual a diferença entre Bitcoin e Ethereum (ETH)?

        A diferença entre Ethereum e Bitcoin é o fato de que Bitcoin nada mais é do que uma moeda, enquanto Ethereum é uma tecnologia que as empresas estão usando para construir novos programas, usando sua própria moeda, o Ether para transações.

        O Ether (ETH) é aceito como forma de pagamento?

        Alguns comerciantes já começaram a aceitar o Ether como meio de pagamento, e esse número tende a crescer à medida que os consumidores procuram alternativas para cartões de crédito e outros métodos de pagamento.

        Recentemente, uma casa foi vendida e a transação foi realizada usando uma criptomoeda.

        Como funciona os contratos inteligentes no Ethereum?

        O Ethereum foi o primeiro blockchain a descobrir e implementar contratos inteligentes como parte das funcionalidades dos blockchains.

        Posteriormente, essa inovação desbloqueou mais casos de uso de blockchain e, por fim, trouxe a explosão de aplicativos descentralizados.

        Os contratos inteligentes também têm uma série de benefícios adicionais:

        • Eliminam o intermediário, fornecem ao usuário controle total e minimizam custos adicionais
        • São gravados, criptografados e duplicados no blockchain público, onde todos os participantes podem ver a atividade do mercado
        • Dispensam o tempo e esforço necessários para processar documentos manualmente

          Qual é o algoritmo de consenso na Ethereum?

          O algoritmo de consenso ou mecanismo de consenso usado no Ethereum é o Prool of Work, PoW (em português, prova de trabalho).

          Esse mecanismo permite que as transações sejam validadas e, em seguida, agrupadas em blocos, que são vinculados a outros blocos formando a cadeia de blocos conhecida como blockchain.

          Este mecanismo se popularizou e hoje é usado pela maioria das criptomoedas.

          Nesse sistema, os mineradores (usuários da rede) emprestam o poder de computação de seus computadores para resolver um quebra-cabeça criptográfico. O primeiro a resolver este problema matemático complexo obtém o direito de adicionar o próximo bloco ao blockchain.

          Para recompensá-lo por participar da proteção da rede, o minerador recebe uma pequena quantidade da criptomoeda que acabou de extrair (Ether no caso de Ethereum).

          PoW provou ser um mecanismo muito eficaz para validar transações em uma rede descentralizada.

          O problema com o PoW é que o poder de computação dos computadores não é usado para nenhuma outra finalidade que não seja a segurança da rede. A competição entre os mineiros envolve um gasto significativo em eletricidade. Não é a solução mais viável do ponto de vista ambiental.

          Qual o futuro da Ethereum?

          Com o Ethereum, desenvolvedores estão criando mercados onde os compradores podem pagar os vendedores diretamente, sem necessidade de um intermediário.

          Imagine um mercado em que os artistas podem vender suas músicas diretamente aos fãs, sem passar por um terceiro de confiança como o Spotify, por exemplo.

          Nesse cenário, a música seria mais barata e os artistas mais bem pagos. Graças aos contratos inteligentes, é possível garantir que ambas as partes cumpram com suas obrigações; o pagamento é feito automaticamente quando a música é baixada com sucesso.

          Assim, o Ethereum permite a retirada de dois terceiros de confiança: a plataforma que hospeda a música (Spotify) e o serviço que gerencia os pagamentos feitos na plataforma (Visa ou Mastercard, por exemplo).

          Esse é apenas um exemplo, mas pense nisso funcionando em vários outros aplicativos relacionados a finanças, jogos, arte, etc. As possibilidades são realmente ilimitadas.

Logo DisruptiveVerse
Blog
ExchangeBlockchainNFTMetaversoRealidade virtualRealidade aumentada
Sobre

DisruptiveVerse.com é um site de conteúdos e notícias voltado para tudo que é disruptivo e inovador. Somos independentes de instituições financeiras ou qualquer outra empresa e ganhamos dinheiro quando você clica em um link ou algum anúncio postado nesse site.Não recomendamos ou indicamos a compra de nenhum produto, serviço, ativo financeiro, criptomoedas ou qualquer outra coisa. "Não nos responsabilizamos por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes."

© 2022 Disruptive Verse. Todos os direitos reservados.